sccandalense_peqData da Fundação – Maio de 1920

Sede Social
Rua Camilo Castelo Branco, 1308
4400 – 061 Vila Nova de Gaia
Telefone – 223710164
E-mail – candalense@mail.telepac.pt

Presidente – António João Soares Marques
Número de Sócios – 600

Actividades:
Teatro, Ténis de Mesa e Pesca Desportiva

Distinções:
Medalhas de Mérito Municipal
1989– Classe Prata
1995– Classe Ouro

Principais Prémios Obtidos:
Secção de Teatro
1959 – 2 Menções Honrosas
1961 – 1º Prémio de Interpretação
1964 – 2º Prémio de Colectivo, 1º Prémio de Interpretação, 2 Menções Honrosas
1965 – 2º Prémio de Colectivo, 2º Prémio de Interpretação, 1 Menção Honrosa
1968 – 2º Prémio de Colectivo, 1º e 2º Prémios de Interpretação, 2 Menções Honrosas
1970 – 1 Menção Honrosa

O Sporting Clube Candalense foi fundado em 1 de Maio de 1920, mas tudo leva a crer que antes já existia, sensivelmente no mesmo local, uma actividade de cultura, nomeadamente o teatro, que remonta ao ano de 1880 com os nomes de: (Clube Dramático “os íntimos”, Clube Dramático “Cabo Borges” e Clube Dramático “Camilo Castelo Branco”) que se foram sucedendo até aparecer o actual “Sporting Clube Candalense”.
Sabe-se com fidelidade que a sua fundação foi naquela data, embora os elementos de consulta existam somente a partir de 1924.
O seu nascimento com o nome actual deve-se a três homens: José Pereira Marques, António Germano Freitas e José Amálio Machado. A ideia era criar um Clube para a prática de futebol, mas por dificuldades financeiras não foi possível a aquisição do terreno respectivo. Depois do abandono de dois dos sócios fundadores, ficou somente José Pereira Marques na procura de tentar realizar aquele sonho.
Esta colectividade conta actualmente com 634 sócios.
Existe no Clube cinco secções: Teatro, Ténis de Mesa, Pesca Desportiva, Cicloturismo e Dança.
Ao longo da sua existência o Teatro sempre teve um lugar de destaque, mantendo uma actividade quase ininterrupta. Sabe-se que apresentou a sua primeira peça em 18 de Novembro de 1931 intitulada de “Veterano da Liberdade”. A partir daí recebeu já primeiros prémios de interpretação colectivos e individuais, na década de 60, em concursos organizados pelo extinto S.N.I. com eliminatórias locais e finais em Lisboa.
Actualmente, a secção de Teatro movimenta cerca de 60 elementos divididos em dois grupos (juvenil e adultos) com um variadíssimo leque de representações. Não podendo deixar de destacar as efectuadas à Suíça, França e Espanha (País Basco) junto das comunidades de emigrantes portugueses.
Após os êxitos do “Pátio das Malandrices”, “Retiro “Dizquedisse”” e “Diz que Disse Mais Não Disse”, este último ainda em cena, aos quais assistiram cerca de 35.000 espectadores em duas centenas e meia de representações.
Acaba de ser estreado o novo espectáculo Musical / Farsa “Portas do Paraíso” mantendo-se à disposição de eventuais convites na base do intercâmbio cultural.
O trabalho do seu grupo juvenil, intitulado “Como Gente Grande”, que teve o seu melhor acolhimento do público que a ele assistiu, acaba de ter a sua última representação, estando já agendada a estreia de um novo trabalho para o dia 25 de Março de 2006.
No que diz respeito ao Ténis de Mesa, actualmente com 20 atletas, divididos nos escalões: Escolas, Juniores e Seniores (masculinos), devemos realçar que o escalão de Seniores masculinos compete na 1ª Divisão Regional.
Pesca Desportiva, podemos dizer que possuem largos e honrosos feitos.
Ainda na área cultural e recreativa sobressaem, entre outros, os concursos literários, convívios dançantes, passeios de Cicloturismo e jogos de sala.
Na parte de bem-fazer, destaque-se a Associação Humanitária “Os Morenos” que, até à sua extinção, funcionou neste clube.
O Centro de Apoio à 3ª idade, frequentado por sócios e não sócios, com o serviço gratuito de um lanche e disponibilidade para jogos de sala, ao qual a Junta de Freguesia de Santa Marinha dá total apoio.
Filiados na Associação de Colectividades de Vila Nova de Gaia, Associação de Ténis de Mesa do Porto e Associação de Cicloturismo do Norte.
Em 1989 é distinguido com a atribuição da Medalha de Mérito Municipal – Classe Prata.
Nas comemorações das suas bodas de diamante, em 1995, recebe como prenda o galardão mais ambicionado, Medalha de Mérito Municipal – Classe Ouro.
Historial digno dos maiores encómios, fruto de muitas canseiras, dedicação e carinho de todos os que têm passado na sua brilhante e longa existência.
Candal, Santa Marinha e Vila Nova de Gaia estão cientes da sua capacidade.
O Sporting Clube Candalense é um baluarte vivo da cultura e do desporto em Santa Marinha e motivo de orgulho dos seus associados que com a sua vitalidade e amizade, alcançaram lugares cimeiros nas áreas sócio – cultural e recreativas, como centro de acolhimento, distracção e aproveitamento dos tempos livres contribuindo para a consciencialização e valorização humana e social dos seus associados e da população da cidade de Vila Nova de Gaia.